Nossa Missão: Ética na relação médico paciente

Desde 1998 atendendo pacientes de Passos e região na Área de Ginecologia e Obtetricia, Reprodução Humana (Infertilidade Conjugal) e Ultrassonografia Feminina, tendo como foco a satisfação da cliente, sempre pautado na ética e na boa relação médico paciente.

Blog do Dr. Fabian
22/02/2011

Camisinha: Prevenção das DST's

A camisinha também chamada de preservativo ou condom é um método contraceptivo de barreira de extrema importância porquanto ser a principal arma contra as DST's (doenças sexualmente transmissíveis), por exemplo:

- AIDS: doença letal, ainda cercada de muito preconceito, cujo controle é feito com medicamentos que causam inúmeros efeitos colaterais;

- Sífilis: doença de fácil contágio pela via sexual, que pode trazer séries sequelas neurológicas e cardíacas e na gravidez o aborto ou graves doenças no recém nascidos;

- HPV: virús de fácil contágio pela via sexual, associado aos cânceres (colo do útero, vulva, vagina, ânus, pênis);

- Hepatite B: pode causar cirrose ou câncer de fígado;

- Gonorréia e Clamídia: doença de facílima transmissão sexual que causa obstrução (entupimento) das trompas e impossibilidade de engravidar;

IMPORTANTE: a camisinha deve ser colocada no pênis ereto ("duro") antes de sua penetração na vagina. Após a ejaculação o homem deve retirá-la sem deixar vazar o sêmem e em seguida despresá-la.

Existem pesquisas que mostram que até metade dos adolescentes têm suas primeiras relações sexuais sem qualquer proteção. Portanto a informação sobre como usar a camisinha deve ser fortemente disseminada desde os 10 anos de idade, aos meninos e meninas. Aliás, caso haja uma frequencia de relações sexuais maior, o conselho é usar a pílula anticoncepcional associada à camisinha em todos os intercursos sexuais (eis a chamada dupla proteção), independentemente da idade.